Portal Tupanatinga

sábado, 25 de março de 2017

O Agreste Pernambucano aguarda com muita sede a conclusão das obras da Transposiçao.


                Adutora de Tupanatinga será incorporada a Adutora do Agreste



O  Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco é  responsável para transportar as águas da barragem de Itaparica,município de Floresta (PE), percorrendo um distancia de 220 km, até o  o Rio Paraíba, na Paraíba e deverão atingir os reservatórios existentes nas bacias receptoras: Poço da Cruz, em Pernambuco, e Epitácio Pessoa (Boqueirão), na Paraíba. Para as demais localidades como é caso da adutora do Agreste( Arcoverde e Caruaru ) será necessário através da construção de um ramal de 70 km que interligará o Eixo Leste à bacia do rio Ipojuca com previsão para conclusão em 2022.
 Para antecipar esse prazo já que os 68 municípios do agreste pernambucano estão nos seus limites, o Governo do estado com recursos federais está utilizando-se das adutoras do moxotó, do Jatobá   e adutora de poços de Tupanatinga para aliviar a crise hídrica que afeta o sertão de semi-árido.
    A Bacia do Jatobá (Ibimirim-PE) já está em funcionamento e abastece a Cidade de Arcoverde. 
 A Bacia do Moxotó captará  água no Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco(Sertania), e abastecerá  Arcoverde, no Sertão, e outros seis municípios do Agreste: Pesqueira, Alagoinha, Sanharó, Belo Jardim, Tacaimbó e São Bento do Una e até dezembro estará funcionando.
A adutora de poços de Tupanatinga com previsão de 20 poços funcionando abastecerá  cidades , Itaíba, Águas Belas, Iati , Buíque, Pedra e Venturosa.
Enquanto isso a Cidade das ´Águas passa dias sem água nas torneiras por motivo de problemas técnicos como defeito na bomba, cano estourado e as vezes nem são comunicado  do problema.









quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

ALEGRIA CONTAGIOU ALUNOS NA VOLTA AS AULAS NA ESCOLA EVA CORDEIRO

Após uma longa temporada de férias com televisão, internet, games, passeios, brincadeiras, muitas descontrações, colegas, festas, não dá para encarar novamente a rotina escolar, mas para as crianças e os jovens,  estudar é a realidade e devemos darmos graças a essa oportunidade que infelizmente nem sempre é para todos.  Para diminuir esse drama que alguns alunos têm após o recesso escolar, a Escola Eva cordeiro Feitosa preparou o ambiente escolar  e os recebeu com muita descontração e a alegria.




domingo, 25 de dezembro de 2016

CAMARA DE VERADORES DE TUPANATINGA ATINGIU 63,64 % DE RENOVAÇÃO

            Câmara de Vereadores de Tupanatinga atingiu um índice de renovação de 63,64% nas eleições municipais de 2016. Dos 11 veradores eleitos em 2012, somente 04 renovaram o mandato na Casa José Jose Jackson, são eles: Costa-PDT, Joaquim Neto-PSD, Gilsa-PTB, Dílson de Zequinha-PDT. Outros 04 são novatos como, Wellysson-PT, Dé do Povão-PSD, Áureo de Dadá-PTC, João Pedro-PRB, e 03 voltam   à    Câmara Municipal para a nova legislatura (Artur Junior-PHS, Neném da Baixa Funda-PDT-Carlinhos de Idelfonso-PP).  Em   2012   o índice calculado foi de 46,15% sendo 4 veradores novos e 2 voltas.


Os vereadores Reginaldo Rodrigues (Regis da Saúde) e Jameson Teixeira Cavalcante (Vereador Mimo) não se reelegeram o que é lamentável por serem uns dos protagonistas da inovação política desse mandato atual, pois a ousadia da criação do G6 foi o marco da política atual.

Também não renovaram seus mandatos o Vereadores Idelfonso Jose de Lima, Joaquim Pereira de Almeida, Renato Campos Alves e Jaci Soares de Lima.

        ELEIÇÃO NA CAMARA 

E nos próximos dias a atenção estará voltada para a posse dos vereadores e prefeito eleitos nas eleições municipais 2016 e consequentemente a eleição do Presidente da Câmara  que diferente da tumultuada há dois anos atrás  ainda não vislumbra nenhuma tensão. Por enquanto vamos deixar esquentar o caldeirão político e enquanto o peru jaz na mesa natalina as articulações políticas mesmo de maneira sorrateira, estão fluindo.

Uma novidade para essa eleição  dos membros da mesa da  camara  é aprovação da emenda do voto aberto. Emenda 01/2016 á resolução 04/01990 aprovada no plenario da Camara Municipal em 01/12/2016:
" Artigo 2º. Altera a redação do Parágrafo 1º, do Artigo 14 que passará a viger com a seguinte redação: 
§ 1º - a votação dar-se-á pela chamada em ordem alfabética, dos nomes dos vereadores, pelo presidente em exercício, onde o vereador chamado proclamará da tribuna o seu voto.  


Lembrando que o dia da posse será no dia primeiro de janeiro, domingo, na Câmara de Vereadores e após a eleição da Presidência da casa, será a posse do então Prefeito eleito Silvio Roque.


por edimilson

terça-feira, 15 de novembro de 2016

PREFEITO ELEITO DE TUPANATINGA FOI CONHECER PROGRAMAS DE SAUDE DESENVOLIDOS E IMPLANTADOS EM PETEROLINA


Aponte para o futuro


Chegou o natal e o futuro também!


Chegamos ao final do ano e nem um sinal de fim nem começo de tudo, nem de mundo. Tudo absurdo.  No início fora tudo muito bom, tudo muito bem. Abraços e beijos, champanhe, depois passaram-se os dias e meses e aqui estamos com as mesmas ilusões, os mesmos sonhos, a mesa decepção e outra vez é natal.
E o que ficou?...o que ficamos?    Mais   velhos por certo.
E o que você fez? Lá veem a canção de Simone. Ora, ora! Nada, outra vez.
Não estudei, não li aqueles livros, não ajudei, nem contribuí quando alguém me pediu.
Cruzei os braços, fechei os olhos e ouvidos e me protegi do mundo
Nem o sol e nem a lua eu os contemplei
Não fiz dieta, mal me alimentei.
Lamentei a derrota da seleção, mas não   vibrei a passagem de ano do meu filho,
Enquanto todos viram o jogo eu só lamento, talvez por comodismo ou falta de amor. Se chorarei ou não eu nada sei. Outro dia quem sabe eu tomo um tombo e se não morrerei vou pedir para você ficar e me e jogar no muro e se não me atirar da ponte então me aponte para o futuro, sair dessa prisão de mente demente que isola agente do nosso próprio ser.

E o que é o futuro se não o novo amanhecer com fazeres deferente, um sol a cada dia com nova expectativa; uma nova ideia enquanto outra prospera, amor, paz e harmonia, fé, tudo que vale apena e a agente acredita. Vida a cada estante e tanta coisa para viver…então é natal e o futura também....

Acompanhamento do comportamento das bacias sedimentares do semiárido

“Manancial da baixa funda superou expectativa”

Por Tácio Fernandes






                                        (ASPECTO TECNICO)


A bacia do Jatobá, situada em quase sua totalidade no estado de Pernambuco, é formada por 10 municípios pernambucanos (Ibimirim, Manari, Inajá, Tupanatinga, Tacaratu, Petrolândia, Floresta, Sertania, Buique e Arcoverde) e um no estado alagoano cidade de Mata Grande, ocupa uma área de aproximadamente 5600 km², com uma espessura média de 350 metros, sendo a maior reserva hídrica subterrânea do estado.
Litologicamente está caracterizada por uma seqüência predominantemente arenosa, onde se destaca arenitos grosseiros, que geralmente possuem cores que variam de esbranquiçados a róseos avermelhados, denominados de formação tacaratu.
         A existência de estruturas sedimentares permite a formação de estruturas marcantes da bacia do jatobá, como a falha e o graben de Ibimirim, o graben de puiu e quiri d’alho e a ocorrência do ¨graben da baixa funda localizado no município de Tupanatinga.
         Os princípios básicos para um estudo hidrogeológico de planejamento e gestão do uso de água, é o verdadeiro dimensionamento de oferta e demanda dos recursos hídricos, o qual se tem intensificado ultimamente com a exploração deste aqüífero, devido à seca que assola a região. Foi grande a quantidade de poços perfurados na região da baixa funda, poços perfurados aleatoriamente sem estudos, licença ambiental, ausente de parecer de viabilidade de exploração, desprovidos de proteção sanitárias e sem testes de vazão.

Instalação do poço artesiano para teste de potencialidades do aqüífero jatobá (baixa funda)
No ano 2012 o ministério de minas e energia, através da CPRM procurava no município de buíque, uma área para perfuração de um poço artesiano, apenas para testes, aí surgiu o problema que ninguém aceitava o poço nestas condições, foi aí, que ofereci uma área, pertencente ao vereador Idelfonso José de lima, que tem se mostrado receptivo com a CPRM e disposto a manter o que foi previamente acordado, para perfuração de poço na região da baixa funda com o objetivo de levantar, gerar e disponibilizar informações, conhecimentos, potencialidade e utilização das águas deste aqüífero que o mesmo só receberia o poço para seu uso próprio após o término da pesquisa.
 A grande importância deste poço teste é que foi elaborado um gráfico, veja figura em anexo, pelo ministério das minas e energia através das leituras efetuadas trimestralmente, como se comporta o aqüífero, mesmo com a grande retirada de água naquela região.  E o rebaixamento foi de 1,20 metros de profundidade, considerada insignificante para o período de três anos a partir de janeiro 2013 a janeiro 2016, mesmo considerando-se que houve pequenas recarcas neste período pesquisado. No entanto devemos esperar recargas maiores para que o nível permaneça normal o que será de grande importância para nossa região.
   Aspecto sócio- econômico              
         A grande importância deste manancial é que deveria ser explorado para duas finalidades, o abastecimento público em atividades produtivas de áreas irrigadas com destaque para uso de métodos localizados de irrigação, assistência técnica, novas tecnologia, sobretudo aos cultivos de fruticultura, fomentar o desenvolvimento sócio-econômico sustentável da região, reestruturando e soerguendo a estrutura de comercialização da produção integrando a região aos mercados estadual e regional. Melhorando as condições de vida da população.
          Desenvolvendo minhas atividades nesta região, tenho observado que a implantação da avicultura seria muito importante, pois temos a oferta de água em abundância e clima favorável para implantação desta atividade através da criação de frango de corte no sistema de integração, outra opção, é que ao receber visita da direção da indústria Tambaú, Dr. Hugo Gonçalves, presidente da empresa,(sugerido por ele) em junho de 2013, foi discutido sobre o potencial de incrementar a fruticultura irrigada em parceria com a indústria já que a mesma estava importando frutas de são Paulo e da china, não obtive respaldo ou interesses para alavancar este projeto, como também, financiável pelas instituições bancários, não obtive apoio dos gestores e locais para a implantação e/ou discursão destes dois projetos, apenas através de contatos com o ex-gestor o Sr. José cordeiro Feitosa é que demonstrou interesse em investimentos nesta área para beneficiar os pequenos produtores rurais locais que se caracterizam por possuírem pequenas áreas, diferentemente dá região depois de povoado do Moxotó onde começam a se estabelecerem grandes empresas produtoras rurais, através da perfuração de poços profundos.
             
                                                                                                              Como estamos em período eleitoral fica a esperança que surjam novos gestores que possam incrementar estas idéias ou outras em que possam ser beneficiados os produtores com uma nova atividade que ofereça uma vida justa e decente. É o meu pensar.

Por Tácio Fernandes

Tácio Fernandes   é  consultor em  projetos de infraestrutura nas prefeituras de serra talhada, lagoa grande, águas belas, floresta e carnaubeira da penha e da epcpb- empresa paraibana de convênios.














quinta-feira, 10 de novembro de 2016

AOS PROFESSORES, COM CARINHO.

O trabalhador brasileiro é mesmo um cidadão suspeito, nunca foi a bola da vez  mas nunca deixou de ser o bode expiatório. Entra crise e sai crise mas sempre paga o preço da maldade alheia. Um exemplo lamentável é o professor brasileiro, que dá o melhor de si e no final recebe uma coroa de espinho. A camara de veradores na terça feira passada,  durane reunião, recebeu os servidores muncipais, na maioria professores da rede municipal de ensino,  os quais demonstraram preocupação com o atraso dos salários e medo que no final do ano ao invés de salarios recebem um calote como pagamento. Enquanto isso a prefeitura estará recebendo uma boa quantia financeira refeferente ao primeiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês.


A Jornalista Vanusa, não é educadora mas está no sangue, porisso vejamos seu carinho pelo profissonal da educacional, através da sua cronica em homengem a essa classe tão especial mas tão maltrada
 pelas politicas e politicos brasileiros.
por Edimilson

Ao Mestre, com carinho!


Quem em algum determinado momento de sua vida, não usou esta frase, não sabe de fato a importância que um professor tem, ou teve, em suas vidas. O professor é, antes de qualquer coisa, uma pessoa dotada de sabedoria, mas, não falo da sabedoria adquirida através dos livros, dos estudos – para isto, chamo de conhecimento didático – falo do dom que cada um tem em saber distribuir seus conhecimentos para tantas pessoas em idade e percepções diferentes.
Ora, para alguns, isso não tem nada demais, é uma obrigação do professor na qualidade de profissional, repassar o que sabe. É verdade, em parte, que isto seja realmente uma obrigação, mas, o que dizer daqueles que repassam seus conteúdos, não com as didáticas dos livros, mas, com o saber do coração? Aí sim, está a diferença entre ser o profissional e ser o mestre.
E sim, o dom, pois, não são todos que se predispõem a ensinar e consegue tal maestria. Eu mesma, por diversas vezes, pensei que poderia me tornar uma professora, mas, fui percebendo que não tinha o essencial, o dom de ensinar. Isso de certa forma me encanta, e me faz sentir cada vez mais admiração a todos os professores que já tive e, aos que ainda tenho. Descobri que serei sempre uma eterna aprendiz. E eu gosto disso.
Mas, excepcionalmente neste texto, quero dedicar toda a minha admiração e gratidão a todos os que fizeram parte da minha estudantil, desde os primórdios da minha infância escolar, quando, por algumas vezes acompanhei minha madrinha Maria, que ensina num grupo escolar que ficava – não sei ao certo se no Sítio Salgado ou Sítio Anastácio, ou algum outro nome que não lembro – e, me colocava numa cadeira de madeira, qual eu me sentir tão pequenina, cujos pés ficavam suspensos, sequer alcançavam o chão. Mas, foi ali naquele ambiente, que percebi que estudar era bom demais. E, foi nesse mesmo lugar que entendi o quanto era importante ter alguém para nos ensinar algo. 
  E claro, jamais esquecerei da minha primeira professora oficial, tia Maria José, até hoje me lembro da musiquinha “Bom dia professora como vai? A nossa amizade continua. Faremos o possível para sermos bons amigos. Bom dia professora como vai?” E cantávamos essa e outras músicas todos os dias. E até hoje a tenho em minhas lembranças.
São para minha madrinha Maria, que não se encontra mais entre nós; para a tia Maria José; para meu saudoso e amado papai, o professor Manoel Agostinho; minha cunhada Leandra Araújo; dona Ligya Barbarchan (quem me ensinou brilhantemente o português); dona Elaine com seu expansivo conhecimento em ciências; dona Janize e suas empolgantes aulas de história; professor Benício, com sua parcimônia para ensinar geografia; Arnon e os temíveis cálculos de azinutes; Triguinho e as técnicas de jornalismo; Silvinha com direção de artes e figurino.
Todos esses representam o que a profissão de professor tem de melhor. O carinho e a dedicação de cada um. As carinhas, às vezes emburradas, às vezes bravas mesmo, mas, que sempre estavam, ou que sempre estão ali, prontos para repetirem inúmeras vezes a lição. Quantas forem solicitadas, eles repetem com a mesma convicção que antes, a de ensinar, ensinar, ensinar.
Pois bem, quem disse que seria fácil distribuir conhecimento? Não é. Não é verdade? Mas, eles conseguem. E são para todos eles que dedico o meu texto. E, não importa se não será publicado na data que deveria, pois para mim, dia do professor é todo o dia. Parece clichê o que acabo de escrever. Um termo parafraseado em diferentes momentos, como dia das mães, dos pais, etc. Mas, mesmo sendo ou parecendo clichê fato é que dia 15 de outubro é apenas uma formalidade, pois, se somos estudantes, ou se fomos algum dia, um aluno ou aluna, devemos ter na consciência, que os nossos professores foram e serão sempre pessoas que têm muita importância para nossas vidas. Se você absorve coerentemente o que te ensinam, é mais fácil você se tornar uma pessoa de bem, do que o contrário, e isso, devemos aos nossos mestres, com toda certeza.
Por isso, serei sempre grata a todos os meus professores, aos professores dos meus filhos, e a todos os profissionais da educação, porque sei o quão gratificante é para eles, verem que tantos esforços valeram à pena. Quando um aluno souber valorizar seus mestres, aprender tornar-se-á mais prazeroso do que penoso.
Aos meus queridos Mestres, com todo meu carinho.


Vanusa Lima

Jornalista – DRT 4760/PE